Get Adobe Flash player

O Site no Cotidiano

Ant Prox

Povo da Gente

Banner

Realizado no dia 15.01.12, o Segundo MÊXA-SE NOVAES. A Corrida de Rua é um Evento organizado pelo Professor de Educação Física JOSIVALDO, que neste ano teve o patrocínio de empresas locais e apoio do Líder Abraão Cavalcanti e do Deputado Manoel Jr.

17.01 - Abraão Cavalcanti: "O Novaes e o Jardim Planalto são bairros que carecem de atrativos do porte do MÊXA-SE NOVAES, objetivando o alcance de um desenvolvimento justo, com celeridade e com mais prosperidade".


O Professor de Educação Física Josivaldo Francisco (Foto acima - segundo da esquerda para direita) que reside atualmente no Bairro de Água Fria, mas que tem a maioria de sua família residindo no Novaes – uma das pioneiras daquele núcleo habitacional -, na Zona Sudoeste da Cidade de João Pessoa foi um dos idealizadores da Corrida de Rua denominada de MÊXA-SE NOVAES, entretanto, para que o projeto fosse concretizado, procurou estabelecer uma parceria proativa com Danilo Gomes - Proprietário da NET POINT (Foto a esquerda, postado no centro ao lado de Walmir Santos e Abraão Cavalcanti) comerciante do Bairro -, cuja família também reside naquele Bairro, que também contribuiu com  ideias interessantes e semelhantes antes mesmo da iniciativa de se promover uma corrida de Rua para envolver toda a sociedade oitizeirense. Todas as ideias apresentadas por Danilo Gomes foram acolhidas e implementadas quando do planejamento inicial e em todas as fases do projeto de realização de uma corrida de rua no Bairro dos Novaes. Pode-se dizer que Danilo Gomes e Josivaldo Francisco são os grandes mentores do MÊXA-SE NOVAES.

A idéia original e central de Josivaldo Francisco, sempre foi a de prestigiar uma Região Secular que foi fundada no século passado e que tinha o nome de Oitizeiro. Por isso, até mesmo as inscrições para a corrida foram efetuadas propositalmente na Rua Santos Stanislaw – Bairro dos Novaes -, em frente a Farmácia Tony e o Barateiro. Os mínimos detalhes fazem diferença na hora de se estabelecer um diálogo franco e/ou implementar um projeto com raízes ou com a cara de um povo.

Obs. A denominação "OITIZEIRO", se deu, efetivamente, em função de que na “área adquirida pela Família Novaes no Século XIX - que agregava os Bairros que hoje são denominados de Novaes, Jardim Planalto e Jardim Veneza -, era muito chamativo a existência de 3 frondosos pés de Goitis (ou Oitis), na margem direita da estrada que limitava a propriedade (sentido João Pessoa a Recife), exatamente, segundo os historiadores, no quintal da Casa do Senhor João Gerônimo”. (Informações tiradas do Livro Oitizeiro: Sua História e sua Gente – Lima, João Batista – Gráfica Atual). 

Segundo Abraão Cavalcanti - um dos apoiadores do Evento MÊXA-SE NOVAES: “era importante termos nesse contexto de união, de congraçamento e de participatividade dos moradores do Jardim Planalto e do Bairro dos Novaes, o envolvimento de uma ou várias pessoas que residissem do próprio bairro e  que tivessem  a família arraigada no referido núcleo habitacional. Esses são os perfis ideais para que alguém possa ter apêgo a sua região ou bairro e organize os eventos de cunho promocional. Pessoas com essas qualidades defendem e estabelecem laços de afetividade com mais facilidade com o povão.  Por isso, achamos que Danilo Gomes e o Professor de Educação Física Josivaldo  Francisco por serem originários do Novaes podem fazer essa interação com o povo do Novaes, essa gente humilde, mas, inteligente e culturalmente importante. Historicamente o povo do Novaes sempre teve uma função importante na formatação do atual desenho geopolítico da nossa querida João Pessoa”. 

Adianta Abraão Cavalcanti: “A Família Novaes, que na época adquiriu as terras que hoje agrega não somente o bairro anfitrião do MÊXA-SE NOVAES, mas, também o Jardim Planalto e o Jardim Veneza, viveu na última década do Século XIX na Propriedade chamada Graça, cujo patriarca da prole era o Dr. José Ferreira Novaes.  Como o Dr. José Novaes, ainda existem outras lideranças que aqui se firmaram e que têm um apreço muito grande pela sua gente, assim como, foram e sempre serão vozes isoladas mas, propulsoras de desenvolvimento para a nossa Região. Pessoas do naipe de Dr. José Novaes, sempre serão combatidas e invejadas pelos agentes oportunistas. Os interesses de poucos são defendidos por pessoas que são usadas para estabelecer fatos maledicentes que apartem os homens bons da convivência cotidiana do povão . Sempre foi e assim será. A sociedade precisa de sabedoria para perceber quem realmente tem apreço pelas nossas causas e quais são as pessoas que defendem as nossas demandas com frequência e sem temor”. 

Continua Abraão Cavalcanti: “No seio da grande Família Novaes, tinha um homem dedicado e que apreciava desbravar terras - o Dr. Otávio Celso de Novaes. Ele foi Advogado, Juiz de Comarca, entretanto, por ser um desbravador por natureza, preferiu se ausentar da Paraíba e foi para o Pará, atraído pelos ares de emancipação daquele Território. Mas, isso não durou muito tempo, já que, a saudade e o apreço pela Paraíba, assim como o desejo de deixar a sua marca na formação do nosso espaço geopolítico antecipou o seu retorno ao nosso Estado com a Dona Zulmira de Novaes em 1908. Aqui retornando, Dr. Otávio Novaes adquiriu a propriedade que hoje está sendo homenageada com o grandioso Evento MÊXA-SE NOVAES. Por tudo isso, acho que o Bairro dos Novaes precisa, realmente, de uma união de esforços, de impulsos pautados em propósitos idênticos aos defendidos por Dr. Otávio de Novaes e hoje pelo Professor de Educação Física Josivaldo Francisco e Danilo Gomes. São idéias que corroboram com os nossos objetivos e pensamentos também. Por isso, durante o MÊXA-SE NOVAES ambos tiveram o nosso apoio - o meu e o do Deputado Federal Manoel Júnior, esse grande amigo que nunca nos deixou de colaborar com as nossas demandas. Sem união e sem projetos estruturantes que agreguem essa parte da Cidade não iremos a lugar nenhum. O Novaes e o Jardim Planalto são bairros que carecem de atrativos do porte do MÊXA-SE NOVAES, objetivando o alcance de um desenvolvimento justo, com celeridade e com mais prosperidade. Esses são grandes motivos, através dos quais,  o Jardim Planalto, através dos que fazem a Associação dos Moradores do Bairro – Flávio Colaço, Luiz Bezerra, José Ribeiro, Walmir Santos (Os dois últimos postado na Foto acima no meio do povo ao lado de Abraão Cavalcanti), se fizeram representar pesoalmente ou através da minha pessoa, para prestar toda a solidariedade a esse Evento público que além de socializar, acolhe e propicia saúde. O MÊXA-SE Novaes veio para fortalecer os laços de interatividades entre os Oitizeirenses para que todos, sem exceção, sempre estejam mais juntos daqui pra frente - espacialmente e especialmente.

Asseverou Abraão Cavalcanti: “Diante de um contexto histórico extremamente rico e sabendo que o Bairro dos Novaes constitui hoje um dos bairros mais populares da Cidade de João Pessoa, precisando, inclusive, de uma atenção mais especial dos poderes públicos  quando da formatação dos projetos que o condicione a obter mais visibilidade como um espaço físico definido e importante para João Pessoa, já que tem um potencial humano e uma estrutura comercial em fase de evolução, procuramos estabelecer com o idealizador da prova, o Professor de Educação Física - Josivaldo Francisco (Foto a esquerda com o telefone no ouvido), os apoiadores e os patrocinadores em geral da corrida, um pacto para que não permitamos durante o transcurso de toda a fase de formatação do Evento a penetração de políticas mesquinhas que estimule a apartação de pessoas ou grupos. Também pactuamos que não será permitida a utilização da marca MÊXA-SE NOVAES para promover individualmente quem quer que seja. O sucesso do projeto será sempre dividido com todos os partícipes do Evento. Entretanto, muito mais ainda, direcionando em prol da promoção da marca da seriedade das lideranças dos Bairros dos Novaes e Jardim Planalto e de seus moradores - o grande patrimônio desse povo”. 

Finalizou Abraão Cavalcanti: “Precisamos de uma atenção maior dos órgãos públicos para melhor desenvolver a Região Oitizeirense. Não é possível concebermos que foi inteligente a mudança forçada do trajeto da prova pela STTRAN´s em nome de um caos que não existiria jamais – o trânsito poderia sim ter sido deslocado para as avenidas paralelas e para as secundárias. Não fazem isso em período de Carnaval? Estávamos promovendo saúde e não distribuindo cahaça ou coisas vão com os moradores do Novaes. Prejudicaram enormemente um Evento grandioso. Foi uma forma de colocar contra a parede os organizadores da prova - Danilo Gomes e Josival Francisco. Entretanto, ambos não se dobraram as pressões e as atratividades acessíveis apenas aqueles que permitem afinidades com a gestão. Não comungamos com os governos que mais acorrentam do que libertam. Josivaldo Francisco e Danilo Gomes são pessoas sérias e não se dobram a essas práticas. Fizeram o evento com dignidade e respeito aos ideais de lealdade aos concidadãos Oitizeirenses. Ninguém tem o direito de utilizar-se  desses procedimentos frágeis e descabidos para desqualificar um trabalho planejado há um ano e organização por muita gente honesta como Josivaldo e Danilo, inclusive, pelas dezenas de patrocinadores e apoiadores. Sem união, não iremos a lugar nenhum. O Evento foi realizado porque a ética e a coragem de gente importante e honesta fizeram a diferença."

O Professor Josivaldo disse durante o Evento de Rua – um pouco antes do início da premiação dos atletas -, o seguinte: “procurei o líder Comunitário do Jardim Planalto Abraão Cavalcanti, através de dois amigos – o presbítero Walmir Santos e do co-Pastor Silmar Santos, membros da Igreja Assembleia de Deus”.

Continuou Josivaldo: “A parceria firmada por Abraão Cavalcanti com os organizadores do MÊXA-SE NOVAES, através das ações empreendidas conjuntamente com o seu amigo Deputado Federal Manoel Junior, foram decisivas para o sucesso do empreendimento esportivo. Abraão Cavalcanti deu uma força tremenda a esse Evento. Por tudo isso Abraão, agradeço a você de coração, sem você, os patrocinadores e demais apoiadores eu não sei se seria possível alcançar o sucesso do MÊXA-SE NOVAES. Agradeço aqui de público a força dada por você e Manoel Júnior Abraão. Vocês contribuíram para a união e para uma maior interatividade entre toda a sociedade Oitizeirense, em espacial, ao Jardim Planalto e ao Novaes, assim como, as comunidades dos seus entornos.”

Finaliza Josivaldo Francisco: “O objetivo do MÊXA-SE NOVAES foi alcançado. Ele foi criado para propiciar uma maior participação da sociedade local nos eventos esportivos e sociais. Agradeço o seu sucesso também aos moradores, comerciantes, entidades representativas, dentre Elas a APSC, a Associação dos Moradores do Jardim Planalto, nas pessoas de José Ribeiro, Walmir Santos, Luiz Bezerra e Flávio Colaço e do próprio  Abraão Cavalcanti que é Diretor de Relações Públicas da mesma. Faço um registro de agradecimento também as Entidades religiosas e educacionais aos patrocinadores e cidadãos aqui residentes, e especialmente aos dirigentes de clubes e atletas que apreciam essa modalidade esportiva, a ASCORPA, ao Corpo de Bombeiros, a STTRAN's mesmo com as falhas apresentadas, e tantas outras Entidades públicas e civis que nos ajudaram nesse grande projeto.”

Walmir Santos – da AMJP -, representando o Vice Diretor da Entidade (Luiz Bezerra), disse que: “o professor Josivaldo Francisco e Abraão Cavalcanti não mediram esforços e envolveram outras esferas para apoiamento do Evento, motivo pelo qual só tenho motivos para fazer um reconhecimento público  da participatividade de ambos no sucesso do MÊXA-SE NOVAES”.

Os principais patrocinadores do MÊXA-SE NOAVES foram Mandala MotosAquários Supermercados. Entretanto, na fase de popularização, operacionalização logistica e de promoção - comunicação geral e no dia do Evento -, a corrida teve um reforço especial com o apoio do líder comunitário Abraão Cavalcanti, do Deputado Federal Manoel Júnior, das entidades representativas - Associação dos Moradores do Jardim Planalto - AMJP e APSC -, das empresas do comércio local,  cujas principais foram: Net Point - Danilo Gomes -, MR Magazine, Academia Ativa, Magazine Passos, Lava a Jato dos Amigos, Tibério Motos, Casa dos Troféus e Medalhas, Equilíbrio Surf, Marcenaria Popular, O Barateiro, Farmatony, Capoeira Angola Comunidade, Gênesis Artigos Evangélicos, ASCORPA - Associação dos Caminhantes e Corredores do Estado da Paraíba, além de outras dezenas de pequenas empresas da Região Oitizeirense que também colaboraram oportunamente para o sucesso da prova. Tudo isso corroborou com a idéia de Josivaldo Francisco de que em 2012 o MÊXA-SE NOVAES  "tivesse muito mais parcerias locais do que na edição antecessora da Corrida".  

Além do mais, o material humano recrutado e oriundo do próprio Bairro dos Novaes, mostrou capacidade e colaborou incansavelmente com o Professor Josival Francisco na organização do MÊXA-SE NOVAES e na operacionalização da Prova com muita desenvoltura. Eles foram decisivos e de fundamental importância na realização das tarefas. Mostraram habilidade e foram dignos de aplausos pela participatividade e pela capacidade comprovada de resolutividade imediata das demandas de um Evento do porte – a exemplo de: Danilo Gomes, Rafael, Carlos Alberto, Alexandre Alves - (Xande), Júnior, Cleybson, Alex Gomes, Josildo (Pito), Josélio (Jó), Thiago Pequeno, Joseilton, Vaninha, Walmir, Wellington, José Luiz, Giuliana, Clécia, Vanessa, Joseandre, Jace, Nathan, Darlan, Monica, Karol, dentre outros. Todas essas pessoas foram peças chave para o sucesso da corrida que foi destaque até mesmo em programas televisivos - TV Arapuã -, e em Sites e Portais renomados da Cidade de João Pessoa. Devido a essa grande promoção e sucesso do Evento o Professor Josivaldo Francisco foi convidado para colaborar com a organização da CORRIDA DO RANGEL. 

A corrida MÊXA-SE NOVAES tornou-se, portanto, em razão do trabalho empreendido por Josivaldo Francisco e a sua equipe de apoio, dente Eles, Danilo Gomes, o principal Evento Esportivo de massa da Região de Oitizeiro, não perdendo em popularidade para os demais do gênero ou para os relativos a outras atividades esportivas que envolvem o público e os desportistas em geral – em quaisquer das faixas etárias. 

Podemos dizer que em nível de João Pessoa o MÊXA-SE NOVAES é o Evento que ocupa, comprovadamente, o 4ª lugar na importância da participatividade pelos atletas que apreciam a corrida de rua, apenas perdendo para outros 3 do gênero, quais sejam:  a Corrida Noturna do Correio da Paraíba, a Meia Maratona de João Pessoa e a Corrida do Rangel.  

A primeira edição do MÊXA-SE NOVAES foi realizada no dia 16 de Janeiro de 2011. Muito importante registrar o fato de que, ao contrário de outros eventos esportivos tão quanto ou mais antigos, a Corrida de Rua do Novaes, foi tão prestigiada que permitiu o surgimento de uma  vontade coletiva nos moradores de Oitizeiro para que nunca mais Ela deixe de ser realizada. Foram registrados pelos organizadores alguns comentários de centenas de pessoas, dentre Elas corredores e populares em geral, os quais disseram em alto e bom som que no ano de 2013 estariam de volta e que o Novaes será invadido pelos corredores e desportistas de João Pessoa na próxima Edição da prova. Segundo Abraão Cavalcanti, devido a esses comentários "devemos nos preparar para fazer bem feito em 2013, pois, não há crise capaz de afastar, a partir desta data, o objetivo plural de entretenimento, lazer e de promoção da saúde através do esporte denominado de MÊXA-SE NOVAES. O Evento deve ser perpetuado no nosso calendário de Eventos por ser um orgulho esportivo da Região Oitizeirense”.

A corrida desde a sua criação nunca restringiu a participação feminina. O regulamento original da competição também previu uma verdadeira democratização da participação das pessoas e virando a exclusividade na inscrição para a prova apenas dos moradores do Novaes ou das demais comunidades encravadas na Região de Oitizeiro. Devido a essa forma democrática de se promover o esporte, participou da corrida – pela 2ª vez consecutiva -, o atleta português Antônio Ferreira (Primeiro da Foto - a esquerda -, com o boné vermelho) que vem ao Brasil anualmente já com a certeza de participar do MÊXA-SE NOVAES.

As corridas sempre foram e serão realizadas nas manhãs do segundo domingo que recaia na primeira semana de janeiro de cada ano e sempre ccom largada prevista para as 8:00h para não causar problemas físicos devido ao calor nos mais idosos.

O MÊXA-SE NOVAES sempre teve o apoio da ASCORPA – Associação dos Caminhantes e Corredores do Estado da Paraíba. A ASCORPA como Entidade que representa os corredores e caminhantes no nosso Estado, agrega hoje aproximadamente 300 sócios, alguns, inclusive, assíduos  participantes de uma série de eventos do gênero - corrida de Rua - por todo o país. Muitos já participaram em São Paulo da Corrida de São Silvestre, representando o nosso Estado.

O ano de 2012 foi marcado por sensíveis modificações no formato do evento MÊXA-SE NOVAES. Entretanto, o que causou maior constrangimento, foi o fato de a STTRAN´s ter proibido a corrida pelo corredor principal do Novaes, ou seja, pela Rua Santos Stanislaw. Devido a essa proibição esquisita da STTRAN´s e para que não acontecesse o cancelamento da prova o Professor Josivaldo Francisco resolveu cumprir as determinações do Órgão, entretanto, fazendo permanecer a distância do percurso – 5 Km de prova. Dessa forma, o trajeto ficou em 2012 foi o seguinte: Início da corrida as margens da BR 101/230 - no início da Rua Marta Pacheco no Novaes até o seu final/Retorno no sentido contrário pela Própria Rua Marta Pacheco – Novaes -, fazendo o percurso até a confluência desta com a Rua Professor Cândido de Sá Andrade/Rua Cândido de Sá Andrade – Novaes e Jardim Planalto/Rua Radialista Geraldo Campos – Jardim Planalto/ Rua Engenheiro Ávidos – Jardim Planalto/Rua Compositor Rosil Cavalcanti – Jardim Planalto/Rua Cândido de Sá Andrade Jardim Planalto – Novaes/Rua Marta Pacheco - Novaes/Chegada na Confluência da Rua Tenente Cardoso – Jd Planalto com a Rua Marta Pacheco – Novaes. Portanto, o Trajeto da prova não ficou somente restrito ao Bairro dos Novaes, devido a parceria firmada entre o Professor Josivaldo Francisco e A AMJP, através da qual ficou acordado que o percurso anterior seria ampliado para também contemplar os moradores do Jardim Planalto – Bairro também inserido na grande Região de Oitizeiro. 

No primeiro ano de realização da prova, em 2011, 120 pessoas preencheram o formulário de inscrição para participar do evento, dos quais, apenas 40 foram oficialmente classificados a receberem troféus de participatividade. Em 2012, o aumento de participantes foi ainda mais significativo  e 60 pessoas – dentre homens e mulheres -, receberam premiações segundo a classificação obtida - por faixa etária.

Segundo o Atleta Lenilson da Trindade (Foto Acima ao lado de Abraão Cavalcanti - Esquerda, Walmir Santos - Direita -, assim como, de Welington e JoséLuiz no Centro): "Vencer a Corrida de 2012 - Categoria Geral -, representou superação para Ele mesmo e uma alegria muito grande, pois estava contribuindo para o engrandecimento do esporte amador da Região de Oitizeiro, em especial, para o atletismo. Em seguida, o Atleta Lenilson, ainda disse que: “a grande lição que passo para as pessoas em geral é que o esporte é vida, é saúde, é lazer e entretenimento. Através dele  mostramos que é possível tirar e afastar as pessoas do assédio das Drogas, já que o exercício físico de uma corrida e dos treinamentos produzem a adrenalina suficiente para afastar o desejo ilusório das pessoas de buscarem nas drogas o prazer maléfico que também são encontrados de forma muito desastrosa nas substâncias tóxicas, sejam elas químicas – a exemplo da cocaína e do próprio álcool -, ou naturais - a exemplo da maconha e de outras ervas alucinógenas".


O bairro dos Novaes e o Jardim Planalto viveram um momento inusitado no esporte, durante a corrida de rua realizada em neste final de semana.


Equipe de Arbitragem aguardando os corredores

alt
O Professor Josivaldo Francisco (Ao lado do Locutor Mendonça com o Microfone), foi o grande organizador do MÊXA-SE NOVAES e se constitui como o principal incentivador da prática da corrida de Rua
na Região de Oitizeiro

alt
A Atleta feminina Cristiane Alves Xavier (Ao lado de Abraão Cavalcanti na Foto acima), venceu com facilidade na sua categoria
, com o tempo de 20 minutos cravados. Ela ao ser indagada sobre o sentimento que estava lhe tomando naquele momento de vitória disse o seguinte:  “esta semana foi muito difícil para mim, porque ontem eu participei e ganhei uma prova no Rio Grande do Norte, portanto fiz muito esforço para participar do MÊXA-SE NOVAES e para ganhar a prova. Só Deus sabe como estou cansada, mas, a perseverança me fez superar as dificuldades e ganhar o prêmio principal”. Continuando: “Apesar do esforço físico e do cansaço natural, estou feliz pelo resultado e por conseguir cumprir o meu objetivo. Em 2103, competirei aqui novamente para ganhar o bi-campeonato da corrida MÊXA-SE NOVAES”.


Dirigentes da AMJP: José Ribeiro, Walmir Santos e Abraão Cavalcanti,
incentivaram e colaboraram com o Evento do início até o fim da prova.

O Dirigente da AMJP – Sr. José Ribeiro da Silva (Foto abaixo - Cabelo Bfranco), vibrava muito durante a chegada de cada atleta e disse: “É o segundo ano que o Professor Josivaldo Francisco  realiza a competição A prova tem uma boa aceitação e também uma participação expressiva de competidores. Abraão Cavalcanti – Relações Públicas da Entidade -, já disse que vai falar com o Presidente da AMJP - Flávio Colaço -, para manter o apoio a competição para o próximo ano – em 2013 -, explicou. 

Clique - Aqui neste LINK GALERIA DE FOTOS -, e veja todas as imagens da Corrida de Rua MÊXA-SE NOVAES.

Editado Por: Arthur Cavalcanti (Com informações de Abraão Cavalcanti, Paulinelli Lima e Walmir Santos - Fotos: Joserly Luiz).

Causou Impacto

Ant Prox