Get Adobe Flash player

O Site no Cotidiano

Ant Prox

Povo da Gente

Banner

Abraão Cavalcanti repudia veementemente impropérios de filiado do PMDB durante reunião e recomenda respeito - Deu no MaisPB: "Envolvido em briga na sede do PMDB da Capital dá sua versão dos fatos".

CLIMA TENSO:

25.01 - Militante declara que é expressivo o número de lideranças que preferem Manoel Jr. a Maranhão. "...Pedi respeito aos companheiros que defendem o nome de Manoel Júnior, e que não são poucos".

Foto: Arthur Carneiro - Abraão Cavalcanti - Suplente de Vereador do PMDB -, na Reunião, postado no lado direito e  junto da parede - de óculos e de camisa com listras verticais - azul e branca (Clique - Aqui neste LINK -, e VEJA mais fotos na GALERIA, correspondentes a Reunião do PMDB referenciada pela Matéria do Portal Mais PB). 

O suplente de vereador de João Pessoa pelo PMDB, Abraão Cavalcanti, procurou o Portal MaisPB para dar sua versão sobre a briga que quase terminou em "troca tapa" durante reunião na sede do partido na Capital, na noite desta terça-feira (24).

Segundo o peemedebista, um grupo pró Maranhão queria definir, através de votação, quem seria o pré-candidato da legenda a prefeito da Capital ontem mesmo, mas como a proposta não foi aceita, passou a ser agredido por Edmilson do Roger, filiado do partido. O clima de tensão deixou claro que o clima de indefinição toma conta do partido e que o projeto de Manoel Júnior começa a tomar força.

“Acontece que o Edmilson do Roger não se conformou porque seis integrantes do PMDB municipal, dentre eles, a minha pessoa, de forma pública e exercendo o livre arbítrio recomendou que nenhuma decisão, além da que já havia sido acatada pelo próprio governador José Maranhão (que o pré-candidato seria definido depois da realização de uma pesquisa) fosse tomada durante a reunião”, revelou Abraão Cavalcanti.

Ainda segundo Abraão, foi a partir deste momento que ‘o tal’ Edmilson do Róger, de forma desequilibrada, passou a agredi-lo e a outra liderança do partido, que também defende o nome de Manoel Júnior. 

“Ele passou a me acusar de ser submisso a Manoel Júnior, questionando a nossa amizade. Daí não aguentei mandei ele me respeitar e o chamei de cabra safado e cafajeste. Pedi respeito para com os companheiros que defendem o nome de Manoel Júnior, e que não são poucos", relatou Abraão, lembrando que já milita há 29 anos no PMDB, enquanto Edmilson é um novato, com pouco mais de uma ano na sigla. 

De acordo com Abraão Cavalcanti, dentro do PMDB há uma grande resistência ao nome do ex-governador José Maranhão e uma dissidência muito forte prol Manoel Júnior. “Tenho preferência pelo nome do deputado Manoel Júnior, e foi isso que coloquei na reunião. É apenas uma relação de respeito e de reconhecimento do seu trabalho e defendo a sua legitima postulação de pré-candidato a prefeito de João Pessoa, sem desmerecer, obviamente, também a legitimidade do ex-Governador José Maranhão que tem a mesma intenção”, declarou o suplente.

Outra Matéria Relacionada: Reunião do PMDB em JP quase acaba em tapa - veja o que ficou decidido no encontro.

*Mais PB - Clique Aqui no Link da Fonte (Foto: Arthur Cavalcanti)

Postado neste Site Por: Abraão Cavalcanti.

Causou Impacto

Ant Prox