Get Adobe Flash player

O Site no Cotidiano

Ant Prox

Povo da Gente

Banner

Abraão Cavalcanti e Carlos Lima recebem o Dr. Anísio Maia - Superintendente Regional do Ministério da Pesca -, e, reivindicam projeto para o peixamento das 3 Lagoas e a sua inclusão em programas federais para o seu desenvolvimento auto-sustentável.

Quem reside numa comunidade encravada em área periférica de uma Cidade de porte médio como é o caso das 3 Lagoas, em João Pessoa, carece de uma série de ações – integradas ou não -, por parte dos Órgãos Públicos, a fim de se detectar as suas carência mas, sobretudo, as soluções para os seus problemas que não são poucos. E quando essas ações não são nem ventiladas como deveriam, o que fazer?

Foi exatamente em razão dessa realidade positiva que o dirigente da Associação de Promoção Sócio-Cultural  da Comunidade do Bairro dos Novaes – Carlos Lima -, os Dirigentes da Associação dos Moradores do Jardim Planalto – Abraão Cavalcanti, Luiz Bezerra de Lima, dentre outros componentes -, e demais cidadãos interessados residentes na Região de Oitizeiro, acompanharam  o Superintendente Regional da Secretaria de Abastecimento e Pesca, vinculado a Secretaria Nacional da Pesca – Dr. Anísio Maia, que juntamente com assessores do Órgão, foram convidados a fazer uma visita a Comunidade 3 Lagoas, para verificar a possibilidade de elaboração de um Projeto conjunto –  com o fornecimento de diretrizes centrais por parte dos Dirigentes das Entidades supra -, sendo a responsabilidade consequente de formatação e acompanhamento a cargo dos técnicos daquele Órgão, cujo objetivo principal diz respeito a um possível peixamento  das lagoas existentes naquela área da Cidade que foi privilegiada pela natureza com um potencial visual  incrível, inclusive, com um espaço natural integralizado que tem potenciais para a exploração econômica e de sub-existência que permitiria uma inclusão socioeconômica dos moradores  do entorno por meio de ações conjuntas do poder público - todos os entes da Federação -, especialmente,  através de programas já em andamento em outras cidades do país fomentados pelo Governo Federal através de sua Secretaria Nacional de Abastecimento e Pesca.

O Encontro entre líderes, Gestor e Técnicos da Secretaria foi, efetivamente realizado em 24 de setembro de 2007. Na oportunidade, técnicos da Superintendência – vinculada ao Governo Federal -, ouviram pescadores, conversaram com moradores da comunidade 3 Lagoas e perceberam que além do potencial econômico – através de atividades vinculadas a pesca -, a área pode agregar valor no que concerne ao entretenimento, lazer e comercialização de produtos diversos com a venda em quiosques, conforme sugeriu Abraão Cavalcanti.

Abraão Cavalcanti, reivindicou ao Dr. Anísio Maia, uma série de ações do Governo Federal na área das 3 Lagoas e sugeriu que “seja feito um projeto comum entre o Governo Federal e a PMJP, através do qual, nas 3 Lagoas se possa aproveitar aquilo que a natureza proporcionou de bom.” Continua Abraão: “aqui se tem lagoas cheias durante todo o ano, inclusive, nos períodos mais secos. Esse potencial hídrico permite a sua utilização para campeonatos de canoagem em nível municipal, regional e depois quem sabe com a sua estruturação e maturação, não podemos inserir João Pessoa em Campeonatos mais ousados em níveis de competição no plano nacional e internacional. Podemos também fazer o aproveitamento das lâminas d’água para peixamento e posterior exploração da pesca artesanal e até mesmo comercial em nível local pelos próprios pescadores previamente cadastrados, ou seja, daqueles residentes no próprio entorno das 3 lagoas. Pode-se também ser executado um plano arrojado de reurbanização da área com a melhoria das habitações e a  criação de novas áreas de lazer e para o entretenimento dos moradores da área e dos visitantes, etc.”

 

Anísio Maia, tirou fotografias do local, fez as anotações necessárias para a formatação de um Projeto para as 3 Lagoas se comprometendo a remetê-lo depois de sua elaboração ao Governo Federal para análise e a captação de Recursos visando a sua Execução, quando, efetivamente, a Comunidade poderá desenvolver atividades econômicas auto-sustentáveis. Abraão Cavalcanti repassou dados sociais da  área e sugeriu algumas intervenções em parceria com a PMJP para que a proposta não fique só no papel.

São ações cidadãs dessa natureza que demonstram quem são as lideranças políticas no âmbito desta Capital  e os dirigentes de Entidades Representativas que se preocupam, efetivamente, com as áreas mais carentes da Cidade - especialmente, em função de as 3 lagoas estar localizada na Zona Sul de João Pessoa. Nessas circunstâncias, muitos dos moradores das 3 Lagoas fracionaram seus votos em favor de uma dezena de candidatos que se diziam, na época, preocupadas com a referida Comunidade que em todos os sentidos é polarizada pela Grande Oitizeiro, apesar de não fazer parte da sua área geográfica. Ponto para os Dirigentes e Sócios da Associação dos Moradores do Jardim Planalto – Abraão Cavalcanti, Luiz Bezerra, Severino Ramos e Leôncio Cardoso -, e da Associação de Promoção Sócio-Cultural  da Comunidade do Bairro dos Novaes – Carlos Lima -, por mais uma iniciativa que revela preocupação para com as carências dessas áreas periféricas de João Pessoa, diferentemente, daqueles que  em períodos eleitorais se diziam preocupados, mas, descaradamente sumiram logo depois de eleitos.

Luiz Bezerra, também participou da visita do Superintendente e disse que “os órgãos públicos começam e não dão andamento a políticas consistentes para introduzir ou ampliar ações concretas em favor das 3 Lagoas merece essa continuidade de obras e serviços que foram esquecidas nos últimos anos”. Como Diretor de Esportes da AMJP, Luiz Bezerra lembra um Campeonato que foi apoiado pela AMJP, por um Vereador – que na época Abraão Cavalcante apoiava e que o levou para propiciar ações de cidadania, lazer e entretenimento aos atletas da canoagem  e moradores da área em geral, disse Ele: "em 2002, apoiamos por intermédio da AMJP, um grande Campeonato de Canoagem. Na oportunidade, Abraão Cavalcanti conseguiu algumas doações com comerciantes  e proprietário de lojas de artigos para esportes náuticos - remo e canoagem -, e disponibilizou para os atletas através dos responsáveis por essas ações esportivas no âmbito das 3 Lagoas. Na oportunidade, Abraão Cavalcanti visitou com a equipe da AMJP e autoridades convidadas o espaço físico onde atua a equipe do Presidente da Associação Pessoense de Remo e Canoagem - APRC, o competente Francisco Mendonça".

A realidade que os dirigentes da AMJP detectaram nas 3 Lagoas, no que diz respeito  as condições dos espaços físicos para o acolhimento  dos atletas denuncia o descaso dos Órgãos Públicos para com essa atividade esportiva, já que os instrutores ministram aulas em um local  extremamente precário - um pequeno galpão insalubre sem a mínima condição para o ajuntamento dos inúmeros atletas que apreciam essa atividade esportiva, o qual, ainda por cima, é alugado, motivo pelo qual, requer custos elevados para a manutenção e sendo assim, a APRC, sendo um entidade pobre, aqui e acolá se cotiza com alguns simpatizantes para manter despesas básicas (depois de recebidas as contribuições voluntárias dos atletas em forma de taxas simbólicas dos inscritos).

Abraão Cavalcanti, disse ainda a Anísio Maia que "as 3 Lagoas já foi motivo de orgulho no que concerne a Campeonatos de Canoagem". Continuou Ele: “Até bem pouco tempo atrás, tivemos a participação de várias equipes de canoagem que competiam e treinavam com muita dedicação nesse espaço, entretanto, por falta de incentivo dos Órgãos Públicos não prosperou o projeto em longo prazo. Tivemos até a participação de um atleta em nível nacional – Rodrigo Borges -, que foi encaminhado com a ajuda de Abraão Cavalcanti e de diversas pessoas de Oitizeiro, para participar de Evento nacional devido ao desempenho excelente como atleta do gênero, adquirida com treinamento puxado na lagoa principal daquela Comunidade, ou seja, Rodrigo Borges, como a maioria dos atletas carentes, realiza suas atividades físicas e técnicas com muito sacrifício, mas, com dedicação e perseverança e o apoio daqueles que realmente vislumbram o sucesso em todas as áreas de ocupação profissional para o povo de sua Região”.

Clique no Link abaixo e leia a Matéria Relacionada a essa ações essenciais para desenvolvimento sustentável das 3 Lagoas:

Abraão Cavalcanti e dirigentes da AMJP conseguem apoios e colaboram individualmente para promoção da canoagem nas 3 Lagoas. Em outubro de 2002 foi realizado  o Primeiro Torneio de Canoagem organizado pela referida Entidade e pela APRC.



Texto: Abraão Cavalcanti

Causou Impacto

Ant Prox