Get Adobe Flash player

O Site no Cotidiano

Ant Prox

Povo da Gente

Pedindo rigor nas apurações - Deputado Trócolli Júnior (PMDB) formaliza pedido de investigação contra a Energisa

06.07.13 - Deputado estadual Trócolli Júnior (PMDB): “As denúncias feitas pelos funcionários terceirizados da Energisa são muito graves. Eles afirmam que foram orientados a forjarem ligações clandestinas, o chamado gato, nas casas das pessoas para conseguirem cumprir uma meta. Inclusive o meu colega deputado Gervásio Maia foi um dos que iam sendo lesionados pela empresa. Por isso, não podemos deixar que isso seja esquecido e precisamos endurecer as investigações e as fiscalizações contra essa empresa”.

O deputado estadual Trócolli Júnior (PMDB) esteve, na sexta (05), na sede da Procuradoria da República na Paraíba para formalizar um novo pedido de investigação contra a Energisa. O parlamentar quer que sejam apuradas com rigor as denúncias feitas por funcionários terceirizados da empresa sobre um suposto golpe que estaria sendo cometido contra consumidores paraibanos, caso que ficou conhecido como ‘fio preto da Energisa’.

Trócolli se reuniu com o procurador-chefe do Ministério Público Federal no Estado, Victor Carvalho Veggi, que se comprometeu em cobrar da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) uma fiscalização mais rigorosa contra a Energisa. “Nós vamos remeter a representação a apreciação de um dos procuradores para que seja instaurado o processo. Vamos cobrar uma atuação enérgica da Aneel sobre a questão da fiscalização. Cobraremos uma postura da Aneel de acordo com o que a lei exige”, assegurou. 

Llegislador, que tem brigado na Assembleia Legislativa da Paraíba para que as denúncias contra a Energisa não caiam no esquecimento, disse que é preciso um aprofundamento das investigações contra a empresa.

“As denúncias feitas pelos funcionários terceirizados da Energisa são muito graves. Eles afirmam que foram orientados a forjarem ligações clandestinas, o chamado gato, nas casas das pessoas para conseguirem cumprir uma meta. Inclusive o meu colega deputado Gervásio Maia foi um dos que iam sendo lesionados pela empresa. Por isso, não podemos deixar que isso seja esquecido e precisamos endurecer as investigações e as fiscalizações contra essa empresa”, afirmou. 

Trócolli Júnior também requereu uma reunião entre o procurador Victor Carvalho e o promotor do consumidor de João Pessoa, Glauberto Bezerra, para que a questão seja debatida no âmbito da justiça. Glauberto informou ao deputado que está dando andamento as investigações e que deve concluir o processo em breve. 

As denúncias contra a Energisa foram feitas no mês de abril e o assunto foi debatido em audiências públicas realizadas pela Assembleia Legislativa e na Câmara Municipal de João Pessoa. As acusações contra a direção da empresa se referem a supostas constatações de roubo de energia forjados pela própria empresa nas residências de consumidores. 

No dia 17 desse mesmo mês o deputado Trócolli Júnior ingressou com uma representação no Ministério Público Federal (MPF) requerendo que as denúncias fossem apuradas pela justiça federal. No entanto, em despacho feito no dia 27 de maio, o procurador da República Yordan Moreira Delgado, encaminhou o processo para o Ministério Público Estadual sob o argumento de que “os eventuais crimes praticados pelos funcionários/responsáveis legais da Energisa/PB são de competência da Justiça Estadual, posto que, mesmo na condição de concessionária de serviço pública, trata-se de empresa privada”. 

O procurador-chefe Victor Carvalho confirmou o argumento de Yordan Moreira Delgado, mas disse que o MPF pode exigir o cumprimento da fiscalização por parte da Aneel, o que deverá ser feito a partir da nova representação impetrada por Trócolli.  

*Assessoria - Im.: Web (Site - www.abraaocavalcanti.com.br)

Postado neste Site por: Abraão Cavalcanti

Causou Impacto

Ant Prox